Dados do Mundo Digital, Social e Mobile para 2014

 

Nesse post vocês encontram um relatório repleto de estatísticas e gráficos do Mundo Digital, Social e Mobile para 2014. Criado e organizado pela We Are Social de Singapura.

O documento possui mais de 180 páginas com informações sobre uso da internet, redes sociais e dispositivos mobile das 24 maiores economias do planeta: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Nigéria, Polônia, Rússia, Arábia Saudita, Singapura, África do Sul, Coréia do Sul, Turquia, Tailândia, os Emirados Árabes Unidos, a União Européia e os EUA. Divirtam-se!

Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

 
Não é uma ideia completamente original. Já fizeram, por exemplo, como seriam fotos famosas se fossem tiradas no Instagram. Seguindo essa mesma linha de pensamento, o site Histagram reúne as imagens históricas como se seus fotógrafos estivessem na rede social.

Os criadores do site, Gusto NYC e Alaoen’s, vão além dos efeitos e molduras. Eles adicionam os comentários, #hashtags e legendas de formas bem humoradas, sarcásticas ou até mesmo rudes, seguindo o contexto da história. Gusto NYC conta que a ideia surgiu enquanto ele estava no metro. “Navegando no Instagram, eu comecei a pensar como seria tudo isso há 5 anos atrás, então pensei em 10, 20 anos, mas por que parar lá?”

E por que mesmo? Confira a seguir alguns exemplos, a galeria completa está no site.

histagrams1 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams2 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams4 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams5 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams6 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams8 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams10 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams11 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams13 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

histagrams14 Como seriam fotos históricas em tempos de Instagram?

Como salvar suas fotos forma prática e segura através do Flickr

Flickr Uploadr icon Como salvar suas fotos forma prática e segura através do Flickr

O Flickr, para aqueles que não conhecem, é a rede social queridinha dos fotógrafos e designers, que muitas vezes a utilizam como portfólio. Durante muito tempo, o espaço era limitado à 5Gb de fotos e vídeos. O que dificultava a principal ideia da rede: salvar e organizar suas fotos. Mas isso mudou. Hoje, qualquer usuário tem direito à 1TB, isso mesmo: 1 terabyte!!!
Isso facilita e muito a vida de quem tem milhares de fotos no HD, ocupando um espaço que – principalmente em computadores com SSD – fazem a diferença. Existem muitos serviços “na nuvem” por aí. Mas quando se trata de fotos e vídeos, sem dúvida o Flickr é a melhor opção. Uma vez concluído o upload, você não precisa manter suas fotos no computador. O que não é possível com o Dropbox e Google Drive, por exemplo.

Para ajudá-los nessa tarefa que, acreditem, leva tempo + boa internet + paciência + organização + paciência, preparei algumas dicas. Confira abaixo:

 1. Preparando sua conta

Captura de Tela 2013 06 15 às 13.45.51 Como salvar suas fotos forma prática e segura através do Flickr
Cadastre mais de um email. Se possível, todos os seus emails. Suas fotos são importantes, são registros fotográficos de momentos e muitas vezes você só possui as originais. Portanto, pense em tudo que pode acontecer com sua conta: hackers, perda de senha, fim de serviços de email, entre outras coisas.
Na conta do Yahoo, cadastre seu número de celular. Isso vai ajudar a validar seu acesso caso a Lei de Murphy te assombre.

2. Organizando para o upload

Se as suas fotos já estiverem organizadas em pastas, ótimo! Caso contrário, sugiro que o faça, pois a navegação pela rede ficará muito mais fácil dessa forma.

 

3. Instale o Flickr Uploadr

O upload direto através do site, limita o upload a 200 itens. Recomendo o download do aplicativo Flickr Uploadr (disponível para Mac e PC). Com ele, você tem acesso às principais configurações de upload e não tem limite de arquivos.

4. O upload

Selecione as fotos e arraste-as para a janela. O app irá carregar o tamanho total e mostrar as miniaturas, então é só selecionar todas, criar um álbum e configurar a privacidade.

Flickr Uploadr janela principal Como salvar suas fotos forma prática e segura através do Flickr

Pronto! Agora é só acessar o site e visualizar como ficaram as fotos.

Conheça o Foursquare Time Machine

 

Apresentado hoje, o Foursquare Time Machine faz exatamente o que o nome propõe: te levar à uma viagem no tempo através dos seus check-ins na rede. Com o recurso, é possível reviver cada um dos seus check-ins e visualizá-los de uma forma animada. Também é possível ver as distâncias entre cada check-in, descobrir novos lugares e – o mais legal de tudo – gerar um infográfico sobre a sua conta! O não-tão-legal-assim, é ver o tanto de informações que você já compartilhou. Mas se até a NSA e o Obama podem ver, por que nossos amigos não deveriam?

Abaixo o infográfico da minha conta, faça o seu acessando esse link.

infografico foursquare leonardobussolo Conheça o Foursquare Time Machine

Como analista de mídias sociais e designer, é uma bela forma de mostrar o “relatório” da nossa vida no Foursquare.

Com apenas uma câmera e Photoshop na mão, guri de 14 anos cria arte

tell them I am still here Com apenas uma câmera e Photoshop na mão, guri de 14 anos cria arte

Esse é um daqueles momentos em que eu sinto vergonha, humilhado, por estar com 20 e não ter feito (ou pensado) numa coisa tão simples e bela como o trabalho do jovem fotógrafo Zev.

Zev é de Massachusetts e começou a fotografar aos 8 anos de idade, mesma época em que conheceu o Photoshop. Com um olhar bem apurado, aproveitando da manipulação digital das fotografias, o jovem cria universos lúdicos com personagens em miniatura. Zev conta com a ajuda de sua irmã, Nellie, para criação dos conceitos e a configuração dos cenários.

Confira a galeria abaixo

No Flickr do fotógrafo é possível ver o restante do trabalho.